Preservação da NaturezaTodas as categorias

[Impactos ambientais] Maiores fontes geradoras

O planeta com o passar das eras foi tornando as suas atividades mais complexas e necessitando de mais recursos, além do aumento exponencial da população. Assim, para atender as necessidades criadas os impactos se multiplicaram. Entre essas ações destacam-se:

  • Mineração e processamento: No processo de extração de minérios como o petróleo, gás natural ou carvão uma parte é processada junto a substâncias químicas, já o minério estéril, conhecido como rejeito muitas vezes é descartado de forma inadequada, trazendo prejuízos ao solo e a água;
  • Agropecuária: Nesse ramo a busca por área de plantio ou criação de animal traz como consequência o desmatamento, o uso de adubos químicos, corretores do solo, agrotóxicos e demais produtos químicos utilizados na produção em massa que podem comprometer o solo, além de serem levados pela água de irrigação contaminando rios;
  • Consumo e geração de lixo: O consumo exagerado de bens traz o aumento na geração dos resíduos que por sua vez podem seguir para a destinação incorreta trazendo consequências para o solo, água, ecossistema e sociedade local. Além de impossibilitar a reciclagem dos materiais que poderiam ser reintroduzidos no ciclo de produção;
  • Fontes de energia: Um exemplo são as termelétricas, que consiste em produzir energia através da queima do carvão em caldeira, que aquece a água e que circula numa rede de tubos, criando vapor, este é responsável por movimentar as pás das turbinas, e assim a gerar energia elétrica. Esse processo eleva a temperatura da água dos rios e mares, pois a água utilizada é devolvida quente, comprometendo a fauna e a flora, além do aumento da temperatura. Mas também existem as usinas nucleares que são de grande perigo e as de energias renováveis que possuem menor impacto ao meio ambiente

Como principais impactos dessas ações citadas, pode-se destacar a contribuição para o efeito estufa através do aumento na geração de gases, a destruição da camada de ozônio, extinção de espécies e habitats, aumento do nível do mar, desaparecimento de rios, poluição do ar, diminuição da qualidade de vida, as mudanças climáticas, como por exemplo secas, tempestades, temperaturas elevadas, entre outros.
Mundialmente, fala-se no dia da exaustão de reservas naturais que de acordo com a Global Footprint Network é o Dia de Sobrecarga da Terra que consiste no momento em que a sociedade conseguiu consumir mais recursos que o disponível para um ano, não conseguindo portanto regenerar os mesmos na mesma proporção.
Ainda de acordo com a Global Footprint Network alguns países ainda consomem seus recursos mais rápido que outros. No caso do Brasil em 2019, estimava-se que fosse necessário cerca de 1,7  Terras para atender toda a população, sendo a média global de 1,75.

Já em 2020 este número caiu para aproximadamente 1,6 Terras devido a pandemia de Covid-19, e postergou a data em que a demanda da humanidade por recursos e serviços ecológicos se esgotaria em mais ou menos três semanas, com uma redução de 9,3% na Pegada Ecológica global em relação ao mesmo período de 2019.
Contudo, agora em 2021 a demanda de recursos voltou para o mesmo ritmo de antes da pandemia, devido a grande pressão por parte das indústrias e outros setores em recuperarem a economia.
É necessário preocupar-se com estes impactos causados, e através de ações individuais e coletivas pode-se atingir este objetivo, seja um cidadão consciente, confira a seguir algumas dicas de como você pode fazer sua parte:

  • Busque economizar água sempre que possível;
  • Evite o consumo exagerado de energia, ou seja, não deixe as luzes ligadas quando não estiver no ambiente, entre outras fontes consumidoras de energia;
  • Procure tomar banhos rápidos, preste atenção a pequenos vazamentos de água e vede o mais rápido possível;
  • Busque realizar a separação dos resíduos orgânicos e recicláveis e descartá-los nos dias corretos de sua coleta;
  • Tente diminuir o uso de veículos, uma boa opção é utilizar transporte coletivo ou utilizar bicicleta; 
  • Procure consumir apenas o necessário e evitar compras compulsivas;
  • Opte sempre por aqueles produtos ecológicos e biodegradáveis;
  • Exija uma legislação que protege o meio ambiente e uma fiscalização por parte do governo;
  • Realize o reflorestamento de áreas devastadas quando necessário;
  • Não polua corpos hídricos;
  • Busque implementar ações de conscientização com crianças e jovens sobre a importância da preservação do meio ambiente;
  • Seja em casa, no comércio ou na indústria, sempre busque por uma gestão eficiente de resíduos sólidos.

Temos que usufruir dos recursos naturais, mas com sabedoria para que o caos não seja instaurado no planeta Terra.

Danize de Souza Justen

Danize de Souza Justen

Analista de Pesquisa de Mercado na Ecosol Soluções Ecológicas. Engenheira Agroindustrial Agroquímica - Graduada pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG.