Dicas úteis para reduzir o custo com o lixo

Você faz a coleta seletiva na sua casa? Você conhece alguma forma de otimizar este processo, tornando ele mais fácil? Você saberia então mostrar a melhor forma de descarte para sua população?

 

As lixeiras convencionais, você já deve ter visto em algum lugar da sua cidade. Aquelas  que são 4 lixeiras e cada uma possui uma cor:

  • Azul: para papel;
  • Vermelho: para plástico;
  • Amarelo: para metal:
  • Verde: para vidro.

O problema é que na maioria das vezes, as pessoas se confundem na hora de colocar o lixo nestas lixeiras.

No vídeo acima vou te dar algumas dicas para conscientizar a população do seu município em relação ao descarte adequado do lixo.

Quem viu nosso vídeo anterior conheceu a história de Borás, uma das cidades mais limpas do mundo onde se recicla 99% do lixo gerado. Também viu que em Borás a empresa de coleta distribui saquinhos gratuitamente para a população com cores distintas: um preto e outro branco. Dessa forma, fica mais fácil de separar o lixo facilitando o processo de aprendizado.

Uma nova alternativa para separar o lixo

O exemplo que vou te apresentar é nomeado cadeia fechada, onde se esquece de todas as lixeiras coloridas e se concentra num processo mais simplificado em que a população precisa somente se preocupar em separar os recicláveis do rejeito.

As quatro lixeiras coloridas viram somente duas:

  • Verde: para lixo reciclável e;
  • Preto: para os não recicláveis.

O que estou te mostrando agora é uma coisa tão simples, que já faz parte do processo de coleta que está em prática em São Paulo e muitos outros municípios brasileiros, mas que, por incrível que pareça, ainda não está sendo feito pela grande maioria.

Pode ser que esse processo mude daqui um tempo, porém hoje é o mais eficiente e a melhor alternativa para iniciarmos a separação do lixo.

Confira no vídeo as dicas que separei pra você.

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com sua equipe de gestão e amigos.

Um abraço e até a próxima!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *